06:59

Gavetas Cheias

Guardo papéis na gaveta porque é impossível guardar pessoas. De alguma maneira cultivo um cemitério particular de lembranças, fotos de gente que foram embora. Gosto de ter comigo tudo o que não me escapa, que não ameaça fugir, que domino sem precisar de força - basta querer e elas permanecem ali, e sem obediência forçada, elas ficam, apenas- mansas. Pra quem nunca teve muita coisa, é natural amontoar esses 'cacarecos', como se aquilo fosse um pequeno tesouro - mesmo que simbólico. É o que me resta - as pessoas vão embora, somem como quem morre, e de vez em quando gosto de lembrar delas, deixar algumas flores nas gavetas, fazendo uma reza como quem visita túmulos em dia de finados. E choro também, de saudade, remorso, ou alívio. E aquele era o meu jeito de doer menos: junto delas. Rezava por mim, por quem me abandonou e adormecia.


Se esvaziar as gavetas é, pra muita gente, um jeito de chamar novas cartas, experimentar novidades, deixar-se aberto, pra mim era diferente, e até cruel pensar assim. Aqueles recortes de papel esbarrotados nas caixas me servem como consolo, uma maneira sincera de me fazer entender que nessa passagem pela vida não fui de todo sozinha - que atravessei algumas ruas acompanhada, passei vergonha em algumas esquinas, meu peito ficou gelado ao sair da porta de um bar, que eu me senti idiota mil vezes, e feliz três vezes mais, que eu existi e que um dia, não mais.

As cartas eram o meu próprio endereço, mapas que me desviavam do destino de ser só, de utilizar a lembrança como regressão instantânea pra fugir da dor de agora - imagino que tive alguém um dia, e aqueles papéis eram meus álibis: provas que eu não ia mostrar a ninguém, mas que existiam. E existir, nesse momento, era tudo o que me interessava.

Veja também

5 comentários

  1. Muito bom. Mas eu quero um livro publicado com tudo que você já escreveu e que eu já tive o prezer de ler...

    ResponderExcluir
  2. Oi Primaaaaaaaaaaaaa

    Fico muito feliz! Tenho orgulho de vê-la nesse caminho. Faço minhas as palavras do colega acima... Quero um livrooooooooooooo

    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Vc sabe que eu adoooroooo os seus textos.... e as fotos então?!?!?!?!? quero ver todas!!!!

    PARABÉNS

    Beijos...

    Da sua prima de coração e que deve estar nessa sua gaveta!!!


    Rayanne

    ResponderExcluir
  4. Bem vinda ao mundo dos blogueiros! A blogosfera ganha muito, com a qualidade literária de suas linhas.
    Adora ler o que você escreve e estarei sempreligado no seu blog.
    Um grande beijo e pode esvaziar todas as gavetas que eu leio.
    Xeros Higinha!
    Marcos Moraes.

    ResponderExcluir