:)

06:29



'Olheiras são cicatrizes, e os olhos dos infelizes não disfarçam muito bem'

Antes de inflar os pulmões de orgulho, certifique-se se estou gemendo seu nome. E se a resposta conferir, desconfie assim mesmo: não há nada mais patético do que vangloriar-se como possuidor da dor de outra pessoa. Como se fosse possível colocar o músculo batendo ainda em mãos, e sair carregando ele, forçando os punhos, espremendo o que resta pelos dedos e rir, mostrando aos outros o espetáculo que é doer. Às vezes é melhor estar com as mãos vazias.

Almejo estar 'tinindo' de sangue frio, como dizem por aí. Eis a primeira regra de conduta: calar. Para gente desconfiada, a maior afronta é o silêncio, porque é no vácuo punitivo que as ratazanas se roem a pensar, e na indiferença elas se descobrem incompletas. Eu passava a enjoar das pessoas não pelos gestos, mas pelas metáforas que aquelas atitudes ativavam no meu juízo. Como quem coloca o carro no meio da pista, teimando em desobedecer a linha que separa as vias, como se o mundo fosse seu.

Então eu não saberia dizer o que me mantinha de pé à essa altura. Devia ser o instinto ruim que me fazia assim, elétrica, falante, falatória, falafusa e insuportavelmente matraquenta. Eu comemorava sozinha o feito de voltar para casa com a mesma serenidade com a qual saí. Uma espécie de blindagem afetiva foi estabelecida inconscientemente, e eu já nem tinha medo de olhar aquela retina maldosa, curiosa e cadavérica, que tentava sugar o restinho de luz que existia em mim, que eu protegia cruzando as mãos sobre o peito, rosnando.

Me despedi daquele homem de maneira idêntica a que eu faria na infância, quando os moleques 'arengavam' comigo: estirava a língua, enrugava o nariz e desejava nunca mais ver a cara do sujeito que tirou meu equilíbrio. Com aquela criatura aprendi: rancor é a maneira mais urgente de 'enfeiecer' a fuça.

Veja também

1 comentários

  1. Impressionante a sua intimidade com as palavras! Estou lendo todos os textos! Mas quero ver as fotos tirados por vc!

    Beijos!
    Rayanne

    ResponderExcluir