Alagoas: o encontro do Rio São Francisco com o mar :)

09:21


É desaguando no mar na divisa entre os Estados de Sergipe e Alagoas que o Velho Chico nos dá um verdadeiro presente: um banho delicioso que mistura rio e mar, geladinho e num cenário encantador que já foi alvo até de gravação de novela (Velho Chico, da Globo) e filme (Deus é Brasileiro)! O passeio começou na cidade com um nome nada convencional: Piaçabuçu, que fica a aproximadamente 140km de Maceió. 


Eu estava em Barra de São Miguel e foi de boa chegar até lá de carro (exceto pela parte que ignorei o GPS e passei direto na estrada e quase fui bater em outro destino). Tem que ficar olhando as placas e prestando atenção senão desembesta! Mas no geral a pista é boa e tem sinalização. Quem está em Maceió tem a opção de fechar o passeio com alguma agência de turismo. ;)


O passeio pela Foz do Rio São Francisco custa R$ 70,00 por pessoa e super vale à pena! Na cidade existem várias agências que promovem esse roteiro e não é difícil encontrar barcos saindo de meia em meia hora, praticamente o dia todo, para esse destino turístico. Indo diretamente ao Terminal Turístico, que fica às margens do rio, dá para fechar o passeio e comprar artesanato num preço bem em conta!


Depois que entrar no barco, curta a paisagem! São ilhas, tocas de caranguejo, o Estado de Sergipe à distância de um olhar, barquinhos com nomes engraçados... é muito massa! O passeio dura em média três horas, a contar a ida e volta e o tempo que fica lá. Não inclui almoço, portanto, leve lanche ou ao chegar no destino (o local mesmo de encontro com o mar,) prove de tudo que tem de gostoso: não faltarão opções de petiscos com cheiro e gosto de mar! Nessas férias minha alimentação vegetariana foi traída com louvor! 


Uma curiosidade é que a maior parte dos comerciantes que vendem de churrasquinho até cocada com sabores criativos (maracujá, jambo, leite condensado, café!), são em sua maioria de Sergipe. Isso porque para eles basta cruzar a margem do rio em barcos (aproximadamente 2km) e já estão lá! Espertíssimos! 


Entre as delícias estão espetinhos de camarão, de peixe, queijo coalho assado, água de coco, pimentas em conserva, bolo de macaxeira (delicioso!) e além disso tudo tem artesanato a preços muito bons! Bolsas, material em cerâmica, barro... Algumas peças custam apenas R$ 8,00 e são super bem feitas, como essas aí abaixo, vê só:


É preciso ficar atento pois não é em todo lugar que podemos entrar para tomar banho. O encontro do mar com o rio faz com que a água fique bem agitada. Em compensação, no lugar que é permitido, é uma delícia! Águas calminhas, geladinhas… putz, muito bom!


Dica: leve dinheiro em espécie, às vezes é complicado achar caixa eletrônico por lá e nem todas as agências de turismo aceitam cartão. Para quem quiser agendar o passeio, deixo aqui os contatos de uma das agências mais conhecidas de lá, a Farol da Foz. Além do passeio clássico, eles tem a opção de passeios em barcos típicos, lancha e visita às dunas. O telefone é: (82) 99975-1975 / 3552-1298.


É isso, recomendo demais para quem gosta de contato com a natureza e tenta fugir da programação de Verão que se resume ao looping praia-cerveja-piscina (não que seja ruim, mas fazer isso direto me deixa com tédio). Esse é o tipo de passeio que eu gosto, é turístico sem ser impessoal, cafuçu na medida certa e com um preço que coube direitinho no orçamento das férias. ;)


Cês desculpem aí as edições cururus nas fotos é que eu baixei a versão mais recente do PhotoScape e não resisti a esse filtro com corações, valeu e até a próxima!


Veja também

2 comentários